Quarta-feira, 24 de Março de 2010
Casamentos, o que vestir?

Olá minhas queridas (os),

 

Num dia desta semana, estava a consultar a minha agenda, que tem sempre qualquer coisa escrita, e reparei que este ano tenho 4 casamentos para ir.

 

Começei logo a entrar em pânico, até porque um está muito próximo, e muito sinceramente nunca sei o que vestir nestas ocasiões.

Mas com os dias a passar e algumas consultar na internet, e montras de lojas que passam diante dos meus olhos, pelo menos já consegui decidir as cores que vou usar.

 

Pensei em comprar dois vestidos, um azul safira e outro verde esmeralda. são duas cores fortes que gosto bastante e para mim ficam sempre quase tão bém como o vestido preto, mas não gosto de ir a casamentos de preto, nem sequer é muito ético.

 

Assim deixo-vos aqui os meus vestidos de eleição. Agora só tenho de escolher qual vou levar...

 

             

                                    Os Vestidos

 

 

 

 



publicado por boladesabao às 21:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sexta-feira, 19 de Março de 2010
Em Defesa dos Animais - Diário de Um Cão

Hoje eu NASCI .... Tão Frágil ... Tão Pequenino ... Que Impressão

 

 

Completo hoje uma semana de VIDA!

Estou feliz por ter chegado são e salvo a este mundo!

 

 

1º. Mês

A minha mãe cuida tão bém de mim

 

 

2º. Mês

Hoje separaram-me da minha mãe. Olhei para ela,

estava inquieta e triste. Com o seu olhar, disse-me" ADEUS"

Espero que a minha nova familia humana cuide e trate tão bem de mim

como a minha mãe o fez.

 

 

 

4º. Mês

Cresci rápido, tudo me chama a atenção. Há varias crianças

na casa. São como "irmãozinhos" para mim! Estamos sempre a brincar:

eles puxam-me o rabo e eu mordo-os, mas sem os aleijar claro,

é só a brincar.

 

 

5º Mês

Hoje deram-me uma bronca. A minha dona ficou aborrecida comigo

porque eu fiz "pipi" dentro de casa. Mas nunca ninguem me ensinou onde

podia faze-lo... Além disso durmo num hall de entrada. Estava tão aflitinho

que não deu para aguentar.

 

 

8º. Mês

Sou um cão feliz! Tenho o calor de um lar, sinto-me tão seguro, tão protegido...

Acho que a minha família humana me ama, e me permite fazer muitas coisas!

O pátio é todinho para mim e, por vezes, entusiasmo-me e cavo a terra toda tal como os meus antepassados, os lobos, quando escondiam a comida. Nunca me educam.

Acho que devo estar a fazer tudo direitinho!

 

 

 

12º. Mês

Hoje completo um ano. Sou um cão adulto!

Os meus donos dizem que cresci mais do que eles estavam à espera.

Devem estar mesmo orgulhoso de mim!

 

 

 

13º. Mês

Hoje acorrentaram-me ... Quase não me posso movimentar.

Mal consigo procurar um raio de sol ou abrigar-me à sombra,

se o calor for demasiado. Dizem que vão estar de olho em mim e que

sou um ingrato. Não faço ideia do que poderá estar a acontecer...

 

 

15º Mês

Já nada é como dantes. Moro na varanda sozinho.

Sinto-me muito só... A minha família já não me quer!

Ás vezes, esquecem-se de que tenho fome e sede. E quando chove, nem sequer tenho um tecto que me abrigue...

 

 

 

16º. Mês

Hoje desceram-me da varanda. Estou certo de que me perdoaram!

Fiquei tão contente que saltitei de alegria. Até o meu rabo parecia o ventilador.

Além disso, vão levar-me para passear com eles!

Fomos para a estrada e, de repente, os meus donos pararam o automóvel.

Abriram a porta e eu desci, feliz, a pensar que íamos passar o dia em família no campo.

Não compreendo por que fecharam a porta e se foram embora sem mim...

   "Ouçam, esperem!", lati vezes sem conta.

Esqueceram-se de mim... Corri com todas as minhas forças atrás do carro.

A minha angústia crescia ao perceber que não paravam e que estava a perder o fôlego.

Esqueceram-se de mim... Como poderá ter acontecido?

 

 

 

17º. Mês

Procurei em vão, encontrar o caminho de volta para casa.

Estou e sinto-me perdido! No meu caminho existem pessoas de bom coração

que me olham com tristeza e me dão alguma coisa para comer. Agradeço-lhes

com o meu olhar, do fundo da minha alma. Quem me dera que alguma me adoptasse...

Seria leal como ninguém. Mas apenas murmuram:

"Pobre cãozinho! Deve ter-se perdido!"

 

 

 

18º. Mês

Hoje passei perto de uma escola e vi muitos jovens e crianças que me

lembraram os "irmãozinhos" que ganhei na minha família adoptiva.

Aproximei-me, e um grupo deles, rindo, atirou-me com pedras só para ver quem

tinha "melhor pontaria". Uma dessas pedras atingiu-me num olho e desde então

que não vejo dele.

 

 

 

19º. Mês

Como as coisas mudam... Parece mentira!

Quando era mais bonito, as pessoas tinham compaixão de mim. Agora

estou muito fraco, o meu aspecto mudou. Perdi o meu olho e as pessoas

mostram-me logo um pau ou uma vassoura quando tento deitar-me um

pouco à sombra.

 

 

 

20º. Mês

Quase não consigo mexer-me! Hoje, quando estava para atravessar

a estrada, fui atropelado por um carro. Eu ainda estava num lugar seguro a

que chama PASSEIO, à espera, e nunca esquecerei o olhar de satisfação do condutor, que até se vangloriou por me ter acertado. Mais valia que me tivesse matado ali.

A dor é terrivel! É praticamente insuportável!

As minhas patas traseiras não me obedecem. Não mexem...

Com grande deficuldade, arrastei-me até à relva ali perto.

 

 

 

Há 10 dias que estou ao sol, ao frio, à chuva, sempre sem comer.

Já não sou capaz de me mexer. A dor é insuportável! Sinto-me muito mal.

Estou num lugar húmido e até o meu pêlo está a cair...

 

 

Algumas pessoas passam e nem me vêem.

Outras dizem apenas "Não chegues perto!"

Já estou quase incosciente mas algo estranho me dá força para abrir os olhos.

A doçura da voz fez-me reagir: "Pobre cãozinho, olha como te deixaram..."

junto dela estava um senhor de bata branca.

Começou a tocar em mim, e por fim disse: "Sinto muito, senhora, mas já não

nada a fazer. È melhor que páre de sofrer."

 

 

A gentil senhora, com as lágrimas no rosto, concordou. Como pude,

mexi o rabo e olhei-a, agradecendo-lhe por me ajudar a descansar.

Senti apenas a picada da injecção e adormeci para sempre, a pensar em

 

 

 

Por que tive de NASCER se NINGUÉM me queria...

 

 

 

   AJUDE a abrir as consciências dos IGNORANTES e, assim, acabar com os maus tratos aos animais, nomeadamente com o problema dos gatos e cães de rua.

 

 

AFINAL, quem são "OS ANIMAIS"

 

 



publicado por boladesabao às 13:16
link do post | comentar | favorito
|

Saxofonistas

 

 

 

Tenho falado com várias amigas saxofonistas e no outro dia quando estavamos todas sentadas na mesa do café, à espera da hora de mais um ensaio da Orquestra, discutimos sobre um assunto muito peculiar no nosso "meio".

 

Será que o saxofone é um intrumento de homens?

 

A verdade é que não chegamos a nenhum consenso, isto porque a realidade é que existem mais homens a tocar Saxofone do que mulheres.

 

Digam-me lá uma banda que vocês conhecem que tenha uma mulher a tocar este instrumento? .... Pois .... Nenhuma, não é?!

 

Pelo menos eu não me lembro de nenhuma.

 

Uma das minhas amigas, quando nos encontramos para fazer o crisma de adultos, contou-me que numa conversa com uma conhecida, esta lhe disse, que nunca conheceu uma rapariga que toca-se saxofone!!!

 

Ora, isto para uma saxofonista como eu é um pouco constrangedor!!!

 

Mas, na verdade a maior parte dos saxofonistas que conheço são homens.

 

Para não falar que as mulher que conheço que tocam saxofone, tocam saxofone-alto, não conheço nenhuma que toque tenor, ou baritono.

 

Isto dá que pensar, mulheres imancipem-se, saxofone não é um instrumento só para homens, também é para MULHERES.

 

Não deixamos de ser menos femininas por isso....

 

Mas o mais engraçado é que nunca tive uma professora de Saxofone, foram sempre professores.

 

Será que isto quererá dizer alguma coisa? ...



publicado por boladesabao às 10:07
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 14 de Março de 2010
Os Casamentos

 

 

De facto os casamentos estão na minha sina, o que me leva a pensar que "noutra vida", se é que isso existe, devo ter sido uma casamenteira, ou provavelmente um padre... se é que isso é possível.

 

A verdade é que cantando num coro de igreja, não temos muita opção de escolha, e cantar em casamentos acaba sempre por fazer parte do nosso curriculum.

 

Para variar já no próximo fim-de-semana tenho mais um casamento para ir cantar. A mim cabe-me sempre a parte de ir cantar o tão esperado pelas noivas e respectivas mães o "Avé Maria", e desta vez é o de Schubert.

 

Mas sejamos sinceros, a música é simples, humilde, bela e até chega a ser transcendente.

 

Quer queiramos quer não, vemos sempre alguem da família dos noivos com a lagrimazinha ao canto do olho, enquanto cantamos/ouvimos esta música.

 

Deixo-vos aqui com a minha versão favorita do "Avé Maria",...Fantástico!!

 

 

 



publicado por boladesabao às 19:24
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 12 de Março de 2010
Um Novo Vício Musical

O grande sucesso da novela da SIC "Viver a Vida", está a causar um grande fernezim com a sua branda sonora.

 

Nela costam nomes como Tom Jobim, Miucha e Chico Buarque, Gal Costa, Maria Gadú, Ana Cañas,  Papas da Língua,  Roberto Carlos, Simone, Tânia Mara, Cássia Eller,  Roberta Sá, Tiago Iorc, Colbie Caillat,  Beyoncé,  Carla Bruni,  Jamie Cullum,  Trijntje Oosterhuis,  Diana Krall,  Pet Shop Boys, Mariah Carey – I Want To Know What Love Is ( uma excelente regravação ),   e alguns outros.

 

Estes cantores e compositores compõem uma banda sonora forte, como é habito nas novelas de Manuel Carlos, o facto é que Roberto Carlos, Tom Jobim e Gal costa, são nomes de peso nesta Banda Sonora e tanto contribuem para o seu sucesso.

 

De certo uma banda sonora e novela que tão cedo não vamos esquecer.

 



publicado por boladesabao às 08:57
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

15
16
17
18
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Casamentos, o que vestir?

. Em Defesa dos Animais - D...

. Saxofonistas

. Os Casamentos

. Um Novo Vício Musical

.arquivos

. Março 2010

.Fazer olhinhos
blogs SAPO
RSS